Certificado Great Place to Work

Confira dicas de como cobrar clientes inadimplentes

Veja mais

A gestão de clientes inadimplentes é um desafio para muitos gestores. Afinal, isso pode causar vários prejuízos à empresa. Apesar de um negócio depender diretamente de sua base de compradores, é fundamental ter um controle do setor financeiro para não impactar negativamente o orçamento e, consequentemente, o crescimento da organização.

Entretanto, a cobrança para alguns soa como um aspecto difícil e até mesmo desafiador. Então, como cobrar clientes inadimplentes de uma forma que não influencie negativamente o relacionamento com a empresa?

Se você quer saber como fazer isso e ter sucesso ao realizar a cobrança, é importante ter um cadastro de clientes organizado e atualizado, bem como utilizar ferramentas para lembrar seus clientes dos prazos de pagamento e melhorar a abordagem. Continue a leitura deste post para entender melhor essas e outras dicas!

Tenha o cadastro organizado

Um cadastro de clientes atualizado e bem-organizado faz toda a diferença na gestão dos clientes, pois fica mais fácil visualizar o histórico de pagamento de cada um deles e isso abre portas para a aplicação de estratégias eficientes. Por exemplo, por meio desse recurso, é possível entender quais são os consumidores que mantêm assiduidade na hora de efetuar os pagamentos, isto é, aqueles que pagam em dia.

A partir disso, você pode oferecer vantagens para aqueles que respeitam prazos e cumprem o que foi acordado entre ambas as partes. Por outro lado, verificar quem são os clientes que têm uma dificuldade maior para realizar o pagamento na data estabelecida contribui para a criação de ações específicas, visando minimizar as inadimplências e os riscos que elas causam ao negócio.

Utilize lembretes

O uso de lembretes é uma técnica simples e rápida que oferece bons resultados. É normal que os clientes se esqueçam de realizar um pagamento por descuido devido à correria do dia a dia. Por isso, quando a empresa se preocupa em lembrá-lo da data, diminuem as chances de inadimplência. Os lembretes são uma forma de fazer a cobrança amigavelmente.

Esse serviço pode ser feito por meio de SMS, e-mail ou qualquer outro canal de comunicação que seja rápido e utilizado pelo cliente. É importante que os lembretes sejam enviados em pelo menos dois momentos:

  •  antes do vencimento da dívida;
  • após o vencimento para tentativa de renegociação.

Utilizar essas ferramentas colabora para a saúde financeira da sua empresa e, além disso, mantém um bom relacionamento com sua base de clientes.

Saiba abordar o cliente

A abordagem correta é capaz de fidelizar clientes e fortalecer o relacionamento dele com a empresa ainda que o contato seja para fazer cobrança. Nesse caso, os colaboradores têm um papel fundamental, já que em grande parte das organizações há um setor específico ou uma equipe capacitada para contatar o cliente e cobrá-lo.

Assim, mesmo que seja um direto receber o valor que foi acordado, a abordagem do funcionário precisa ser feita com gentileza e educação sempre, pois, caso contrário, o efeito desse tipo de comunicação pode ser prejudicial, ocasionando a perda de clientes e contribuindo para uma má reputação da empresa no mercado.

Ou seja, é preciso saber como e quando fazer. Afinal, o objetivo é que o cliente realize o pagamento das dívidas e continue comprando produtos ou contratando seus serviços.

Ofereça boas condições de pagamento

Em algumas situações, a empresa estimula o cliente a fazer o pagamento por meio das condições que são oferecidas. Isso auxilia o consumidor a quitar suas dívidas, o que proporciona a entrada de recursos no caixa da organização.

Assim, os dois lados saem ganhando. No entanto, essa estratégia só dá bons resultados quando você realmente oferece benefícios ao cliente, como ampliar as formas de pagamento e promover descontos.

Quanto mais possibilidades forem propostas ao público, menor será a inadimplência em sua empresa. Por isso, apostar nessas ferramentas é uma excelente maneira de manter os pagamentos em dia e melhorar o fluxo de caixa.

Treine o time

Os colaboradores são uma intermediação entre a empresa e os clientes, visto que que estabelecem o contato direto com o público. Portanto, é importante que ocorra um treinamento para fazer abordagens eficientes na hora da cobrança.

Por ser um setor que exige mais tato, é essencial que todos os funcionários que atuam na cobrança recebam a qualificação necessária sobre técnicas de atendimento ao cliente. Além disso, conhecer o Código de Defesa do Consumidor é útil para saber lidar com situações mais complexas ou de difícil resolução.

Fazendo isso, a empresa incentiva a equipe a ter habilidades importantes, como empatia, facilidade com objeções e criatividade na hora de propor soluções ao cliente. Com um time bem-treinado, é possível aumentar significativamente seus resultados.

Use a tecnologia

Já mencionamos que o uso de lembretes eletrônicos é uma opção interessante para diminuir o número de inadimplentes. Mas, há outras tecnologias que facilitam o dia a dia da empresa e contribuem para o controle de pagamentos e dívidas a serem quitadas.

No mercado, você encontra uma grande variedade de softwares e sistemas especializados em cobranças e usar essas ferramentas a seu favor otimiza o tempo dos colaboradores. É possível investir em alternativas que realizam análises, gerenciamento de clientes e assim por diante.

Dessa forma, os recursos tecnológicos auxiliam a ter uma gestão de cobrança mais objetiva e simples, com funcionalidades importantes que geram melhores resultados para o seu negócio.

Saber qual é a melhor abordagem para cobrar clientes inadimplentes é essencial para a sua empresa. Isso envolve usar as estratégias corretas se você deseja ter um retorno positivo. As sugestões apresentadas ao longo deste post ajudam a garantir que os pagamentos sejam realizados.

Por isso, aplique as dicas citadas, como a utilização de lembretes, a organização dos cadastros e a abordagem adequada. Conhecer seus clientes e o perfil deles é uma maneira de prevenir a inadimplência, pois você coloca em prática ações certeiras e sabe o que fazer para evitar essas dívidas.

Gostou da leitura? Então continue em nosso e aprenda mais sobre o tema. Leia nosso outro post e saiba como lidar com a inadimplência em sua empresa!

Voltar