Como cobrar clientes? Confira 5 dicas para ter sucesso na cobrança!

Veja mais

A taxa de inadimplência entre os consumidores brasileiros em dezembro de 2020 foi de 66,3% segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Essa é uma informação que afeta as empresas e traz um desafio para os empreendedores.

Afinal, a falta de pagamento gera desorganização para o fluxo de caixa e gastos com a cobrança. Nesse cenário, surge a dúvida: como cobrar clientes inadimplentes e deixar as finanças do seu negócio em dia?

Se você quer saber como lidar melhor com esse assunto, confira 5 dicas neste artigo!

Por que fazer uma gestão de risco de crédito?

Como você pode acompanhar, a taxa de inadimplência é alta no país. Assim, todo negócio está sujeito à falta de pagamento pelo cliente no prazo combinado. Com isso, é preciso ter uma gestão de risco de crédito para evitar problemas de caixa.

Trata-se de um gerenciamento do negócio voltado para estratégias que possam antecipar a falta de crédito pela inadimplência dos clientes. Por isso, é importante adotar ações para minimizar possíveis prejuízos, como:

  • realização da análise de crédito do comprador, com a verificação do histórico no mercado;
  • treinamento das equipes para identificar riscos nas negociações com clientes;
  • transparência com o cliente sobre as condições de pagamento;
  • formação de uma reserva para que a inadimplência não comprometa suas obrigações.

5 Dicas de como cobrar clientes

Acabamos de ver que a gestão de risco é essencial em uma empresa. Contudo, existe a dificuldade de saber como cobrar clientes de um modo que ele não se sinta ofendido e pare de fazer negócios com a sua empresa.

Veja 5 dicas para ter sucesso na abordagem de cobrar inadimplentes!

1. Não tenha medo de fazer a cobrança

Com receio de perder o cliente e possíveis vendas futuras, muitos profissionais demonstram insegurança na hora de abordar o cliente. No entanto, o comprador sabe que deve um valor para a sua empresa e que a cobrança é prevista em lei.

Portanto, você deve demonstrar confiança nessa conversa. O importante é agir de modo natural, deixando claro que a cobrança faz parte do processo depois da venda concretizada. A ideia não é constranger o devedor, mas também não se pode deixar de lado o valor devido.

2. Seja cordial

Como a ideia não é constranger ninguém, é preciso fazer uma cobrança amigável e deixar o cliente à vontade para que seja possível chegar a um acordo. Assim, uma dica fundamental é ser sempre cordial durante o contato.

Ter uma equipe treinada para a cobrança permite que isso aconteça com mais facilidade. Algumas orientações são: chamar a pessoa pelo nome, verificar qual o melhor horário para conversar e mostrar que está disposto a ouvir e negociar.

Isso é importante porque, em muitos casos, o cliente não fez o pagamento em dia porque está passando por um momento difícil e não por má-fé, por exemplo. Com isso, uma abordagem negativa poderia acabar com a possibilidade de ele voltar a fazer negócio com você no futuro.

3. Mantenha uma comunicação constante no pós-venda

Uma estratégia interessante para quem busca dicas de como cobrar clientes é, justamente, manter uma comunicação constante com eles. Pode ser por e-mail ou WhatsApp, mas tenha o hábito de estar sempre em contato.

Use esses canais para apresentar promoções, conceder cupons de desconto, enviar felicitações e para acompanhar toda a venda, por exemplo. Nesse processo, as mensagens podem se estender até mesmo para lembrar sobre a data de pagamento da compra realizada.

É uma abordagem que pode ser adotada como uma prática na sua empresa. Logo, a comunicação é mais efetiva e a cobrança pode acontecer de modo mais natural — seguindo a estratégia e a régua de cobrança adotadas pelo negócio.

4. Esteja aberto para negociar

Em momentos de crise econômica, é recorrente a situação de clientes que não conseguem arcar com seus compromissos. Alguns perderam o emprego ou passam por um momento complicado em família, por exemplo.

Dessa forma, um caminho para que a sua empresa não deixe de receber os pagamentos nesses períodos é ter a flexibilidade para negociar. De novo, é importante estabelecer uma relação de proximidade e confiança com o devedor e oferecer alternativas.

Em situações específicas, pode ser necessário conceder um prazo de vencimento maior ou o parcelamento do valor devido com juros razoáveis. Com isso, fica mais fácil para o cliente se planejar para quitar a dívida.

Ao adotar essa postura, a empresa facilita o pagamento para o devedor, fortalece sua fidelização e corre menos risco de não receber o dinheiro.

5. Posicione-se como um aliado do seu cliente

Como você pode ver ao longo das dicas, é importante não ver o cliente devedor como um inimigo. Para evitar que ele fique na defensiva e até mesmo deixei de tratar do assunto com sua equipe, é necessário ter uma postura diferenciada.

Apesar dos problemas que a falta de pagamento traz para o caixa do seu negócio, o ideal é que a empresa demonstre que é uma aliada de quem possui débitos. Desse modo, é possível conversar e chegar a um acordo que seja bom para as duas partes.

Por que contar com a antecipação de recebíveis?

Não há dúvidas de que a inadimplência é um fator de risco de crédito para qualquer empresa, independentemente do porte ou setor. Ao mesmo tempo, o negócio também tem obrigações de pagamento e não pode deixar de receber por seus produtos e serviços.

Por isso, é necessário saber como agir quando os clientes não arcam com seus compromissos. Até aqui você viu como a gestão de risco de crédito pode ajudar. Mas há, ainda, uma orientação eficiente: a estratégia de antecipação de recebíveis.

Com ela, você conta com uma parceria sólida para adiantar os pagamentos e ter dinheiro rápido, repassando o risco de crédito e reduzindo a necessidade das cobranças. Também não precisará recorrer a empréstimos bancários em momentos desafiadores, por exemplo — e mitigará os riscos envolvidos nessas operações.

A antecipação pode ser fundamental para garantir maior previsibilidade e manter em dia suas obrigações com fornecedores, folhas de pagamentos e etc. É também uma forma de dar sequência aos seus planos de crescer no mercado — fortalecendo seu negócio.

Neste artigo, você entendeu que saber como cobrar clientes é bastante importante em uma empresa. Contudo, também é possível reduzir os impactos da inadimplência. Para isso, considere as vantagens da antecipação de recebíveis no seu negócio!

Quer se manter tranquilo nas situações de inadimplência? Conte com os nossos serviços de antecipação de recebíveis e mantenha uma gestão financeira sustentável do seu negócio!

Voltar