Certificado Great Place to Work

O que é conciliação bancária? Saiba fazer de forma correta

Veja mais

Gerenciar negócios no dia a dia é bem complicado: são contas a pagar, comprovantes para organizar, pensar em melhores estratégias para a evolução empresarial e tantas outras coisas que tiram o nosso sono. É para resolver esses problemas que aparece a conciliação bancária, afinal, todos precisamos de soluções.

Neste post vou te mostrar o que é e como funciona a conciliação bancária, você verá o quão poderoso pode ser esse método. Então, boa leitura!

Entenda o que é conciliação bancária

Conciliação bancária é simplesmente o ato de comparar as movimentações financeiras do sistema da empresa com os lançamentos bancários, para verificar se tudo está acontecendo conforme o planejado. Isso é importante porque às vezes podem surgir imprevistos que não estejam descritos no controle de fluxo de caixa, gerando atrasos e problemas na contabilidade.

Para evitar eventuais dificuldades, a conciliação é uma forma de verificar as contas, encontrar os problemas e solucioná-los. Além disso, existem alguns benefícios que podem ajudar no crescimento do seu empreendimento com conforto e segurança.

Como fazer a conciliação

Fazer a conciliação bancária não é algo simples, mas isso não significa que ela pode deixar de ser feita. Afinal, manter as contas em dia é fundamental para o sucesso do empreendimento e é nesta hora que a conciliação se torna uma ferramenta eficaz para a manutenção do equilíbrio financeiro. 

Como é preciso um olhar atento para não haver erros na hora de fazer a conciliação, é importante entender que não é bom que se faça manualmente, sem a ajuda de um sistema que garanta precisão nas anotações financeiras. Assim, quero mostrar como fazer a conciliação bancária de forma eficaz, para que a gestão do seu negócio não seja mais um peso, e sim uma maneira de alavancar o seu empreendimento.

Faça o registro diário dos lançamentos

Registre toda e qualquer movimentação financeira diariamente com a respectiva data de entrada ou saída de recursos. Essa é uma etapa importante do processo porque servirá de base para a conciliação e para saber se os valores são compatíveis com o previsto no fluxo de caixa. 

Essa anotação deve incluir todos os tipos de lançamentos, como pagamentos a fornecedores, salários de funcionários, recebimento de pagamentos de clientes, taxas bancárias etc. Não esqueça também de datar cada lançamento feito, porque todos precisam coincidir com os extratos bancários, certo?!

Nessa etapa, também é importante que você coloque a origem e o destino de cada movimento. Assim, você terá uma boa visão de onde os gastos são feitos e de onde podem ser captados mais recursos. Vale a pena investir nesta prática. 

Analise o extrato bancário diariamente

Não leve susto! Verifique cotidianamente os extratos da empresa e veja se os valores conferem com os realizados. Logo, será possível ver se existem inconsistências que atrapalham a contabilidade. 

Essa parte do procedimento é muito importante para uma gestão eficiente do negócio, porque assim ficará mais fácil identificar pagamentos duplicados, recebíveis em atraso e até fraudes. Essa deve ser a marca de um gerenciamento eficiente, capaz de identificar problemas e encontrar os melhores meios de resolvê-los.

Não esqueça de apurar se todas as movimentações previstas foram devidamente realizadas. Dessa forma, é possível evitar atrasos e multas, que são prejuízos desnecessários.

Lembre-se, também, que nessa etapa é essencial ter devidamente organizados e guardados todos os comprovantes de pagamentos, notas fiscais, recibos e demais documentos comprobatórios. Isso dá agilidade na conferência, além de garantir maior transparência nas contas.

Escolha um sistema de gestão inteligente

Um software de gestão é ótima opção para ajudar no processo de conciliação. Afinal, tudo fica mais ágil quando um sistema automaticamente confere os lançamentos nos extratos com as entradas e saídas do caixa. 

Infelizmente as planilhas já não suprem a demanda exigida pela conciliação, é preciso buscar soluções que realmente atendam às expectativas daqueles que gerenciam um empreendimento. O avanço tecnológico já nos trouxe essa possibilidade e é preciso usar essas ferramentas.

Imagine importar todos os dados das movimentações bancárias, comparar com as anotações financeiras inseridas no programa e receber o alerta de alguma divergência que tenha surgido? Sim, isso é possível com aplicativos voltados para gerenciamento. 

A ideia é automatizar todo o processo, tornando-o mais transparente, inteligente e seguro. Além disso, um software desse tipo garante um controle financeiro maior do que se o processo fosse realizado manualmente, de forma que estaria sujeito a falhas humanas, gerando alguns inconvenientes. 

Por isso, vale a pena pesquisar programas de gerência. Já existem empresas que oferecem a criação de aplicativos de gerenciamento customizados, que atendem às necessidades de empresários e gestores. Nesta hora, é muito importante procurar softwares que não sejam apenas baratos, mas que tornem fácies e ágeis os procedimentos

Busque a ajuda de um contador

Um contador opera como um grande conselheiro, é o profissional mais indicado para ajudar no estabelecimento da conciliação bancária e nas etapas de tomadas de decisão. Um bom contador impacta positivamente a vida financeira da empresa. 

Por causa de seus conhecimentos, ele pode gerir o fluxo de caixa, apontar complicações e até oferecer soluções. Esse especialista pode ajudar na administração do capital de giro e dar maiores orientações para a conciliação. 

Converse com um contador na hora da tomada de decisões, ele pode apresentar respostas aos problemas financeiros. É crucial que um contador acompanhe de perto a conciliação bancária, ok?!

Benefícios da conciliação bancária

Agora que vimos quais são os passo para realizar a conciliação bancária, é preciso conhecer as vantagens que esse processo traz para o seu negócio. Afinal, uma boa administração é capaz de fazer o empreendimento crescer com força e estabilidade. 

Previsibilidade econômica

É fundamental saber qual a situação real da empresa, e isso só fica claro quando o planejamento é executado de acordo com o que foi pensado. Tendo clareza de quanto capital entra e dos gastos existentes, é praticável delinear propostas que estejam de acordo com realidade da companhia. 

Os imprevistos que podem atrapalhar, mas são contornáveis. É possível avaliar se tudo está indo conforme o fluxo de caixa ou se serão necessárias correções para que a empresa não sofra prejuízos que retardem o seu desenvolvimento

Controle fiscal e aproveitamento de recursos

Esta em dia com o fisco é muito mais tranquilo quando se faz a conciliação, isso porque todas as informações devem ser descritas detalhadamente e com os devidos comprovantes guardados. Ter essas informações torna todo o processo de elaboração dos relatórios mais fácil e rápido de ser feito.

Além disso, encontrar os gastos desnecessários, cortá-los e injetar capital em setores que necessitam ou que tenham melhores condições de retorno financeiro é mais viável quando essa ferramenta é adotada.

Ao observar todos esses aspectos, vemos que a conciliação bancária é crucial para a saúde da empresa. Vale a pena investir nessa ideia e adotar esses procedimentos. Quem não quer que seus negócios se desenvolvam com segurança e tranquilidade?

Ajude outras pessoas com essa ideia e compartilhe esse texto nas suas redes sociais. Até mais!

Veja também
slider pagination
Voltar