Como contabilizar antecipação de recebíveis, boleto e duplicata

Veja mais

A antecipação de recebíveis é uma boa alternativa para uma empresa que está precisando de capital de giro. Porém, para fazer isso de forma sustentável, é imprescindível contabilizar antecipação de recebíveis.

Ao solicitar a antecipação o empresário deve ter em mente que essa estratégia deve ser usada esporadicamente. Já a operação está diretamente ligada ao fluxo de caixa. Ou seja, se não houver um planejamento antes de solicitá-lo, a empresa pode colocar em risco a sua saúde financeira.

Você tem dúvidas sobre o assunto? Então, prossiga a leitura! Neste artigo, você vai entender o que é a contabilização de recebíveis e qual a sua importância.

O que é antecipação de recebíveis?

Antes de entender como funciona sua contabilização, é importante compreender o que é uma antecipação de recebíveis. Basicamente, trata-se de um valor que a empresa receberá em um futuro próximo, mas opta por receber ainda antes. 

Por exemplo, uma empresa precisa de um valor x para investir em uma nova loja. Porém, esse valor não consta em caixa, mas, sim, em créditos de uma venda parcelada. Então, o empreendedor tem a opção de transformar seus recebíveis em títulos de crédito e vender para investidores.

O processo citado acima se chama securitização. Por meio dela, títulos com baixa avidez se tornam títulos padronizados negociáveis no mercado financeiro.

O dinheiro que a empresa tem que receber futuramente é referente às vendas parceladas, com duplicatas, cheques e carnês. Sendo assim, antes mesmo de o cliente quitar o pagamento, a empresa receberá o dinheiro por meio de antecipação de recebíveis.

Em paralelo, pode-se destacar o empréstimo. A diferença primordial entre eles é que no empréstimo o empresário recorre a um dinheiro que não é seu por direito, podendo gerar uma bola de neve de inadimplência. 

A vantagem de realizar a estratégia financeira de antecipações de recebíveis é que a empresa pode receber um capital que já é de direito dela em um tempo menor. Podendo, então, investir no negócio sem se endividar.

Por se tratar de uma operação financeira que tem uma parcela de juros e depende de um bom planejamento orçamentário, é necessário realizá-la com cautela. Buscando contabilizar a antecipação de recebíveis quando ela ocorrer.

Visto isso, aprenda a seguir como contabilizar a antecipação de recebíveis. 

Como contabilizar antecipação de recebíveis?

Antes de tratar sobre como será realizada a contabilização, você precisa entender o que pode ser transformado em título padronizado negociável. 

1. Cartão de crédito

Em relação às categorias citadas posteriormente, com certeza a venda por cartão de crédito é a mais prevalente. Tornou-se um hábito comum a compra por cartão de crédito e, por hora, essa ação pode ser maléfica para empresas que não têm uma saúde financeira bem estabelecida.

A venda por cartão de crédito apresenta uma possibilidade de a empresa ofertar mais benefícios para os seus clientes, como um número de parcelas maior. Porém, seu planejamento precisa ser efetivo, pois a cada transação, o negócio paga uma taxa de aproximadamente 2,5%.

Considerando que ainda há uma possibilidade de antecipação de recebimento, com a adição de uma nova taxa, a empresa deve considerar se é vantajoso manter essa operação.

Então, na hora de contabilizar, a empresa deve considerar as contas a receber, as taxas e impostos sobre elas e, por fim, os juros da antecipação, caso ele seja solicitado. Lembrando que o lançamento deve ser feito com o nome da operadora de cartão e na data correta de cada ação.

2. Desconto de cheque

Basicamente, ao realizar uma venda por meio de cheque e fazer o seu desconto, a empresa pagará uma taxa de 3% ao mês, mais a taxa de custódia e cinquenta reais pelo contrato de crédito.

O banco e a Agência de Fomento Mercantil têm o direito de operar com essa linha de crédito, pois eles permanecem com a custódia do cheque. Portanto, ao contabilizar esse valor no sistema de contas a receber, o lançamento deve ser feito com o nome do cliente.

3. Desconto de duplicatas 

É uma operação financeira na qual a empresa entrega para o banco determinadas duplicatas e recebe o valor antecipado, pagando uns juros predeterminados.

Apesar de o título ser transferido para uma instituição, a responsabilidade do pagamento da duplicata, caso ele não tenha sido quitado pelo devedor, é da empresa.

Na contabilização, essa área de desconto de duplicatas é colocada na conta como duplicata a receber. Os encargos do governo diante dessa operação devem ser explicitados como encargos financeiros a transcorrer, já que se trata de despesas antecipadas.

Agora que você já sabe quais são os principais produtos de antecipação recebíveis e suas características, veja como funcionam os lançamentos contábeis. 

O que considerar na hora de contabilizar?

O lançamento contábil é uma forma de registro realizado por uma empresa para organizar sua situação financeira. Por meio dele, é possível determinar todos os fatores que interferirão no andamento econômico da empresa. 

Registre as compras e as antecipações feitas

É evidente que não existe organização financeira sem a anotação de todas as transações da empresa. A partir disso, a empresa terá a capacidade de discernir se uma antecipação de recebíveis é realmente necessária e se o negócio está tendo a lucratividade esperada. 

As anotações devem ser feitas, em destaque, após as vendas e prestações de serviço. Explicitando qual é o cliente, o valor a ser pago, as parcelas e se o produto já foi entregue. 

Conferir os lançamentos sempre que possível

Ao analisar as anotações dos lançamentos, você conseguirá perceber erros na contabilização e poderá corrigi-los. Evitando, dessa forma, prejuízos financeiros para a empresa.

Usar a tecnologia ao seu favor

É evidente que, após o surgimento da tecnologia, realizar balanços financeiros se tornou mais fácil e rápido. Com o auxílio de planilhas, a empresa consegue preencher as transações diárias em poucos minutos. Porém, mesmo com toda praticidade da planilha, a melhor forma de planejar diversas áreas de uma empresa é por meio da utilização de software de gestão. 

A intenção principal deste artigo é esclarecer como contabilizar antecipação de recebíveis e qual é sua importância. Ajudei você? Aproveite para ler também o nosso artigo sobre como fazer a antecipação de recebíveis on-line.

Voltar