Fluxo de caixa empresarial: o que é e como fazer o seu?

Veja mais

Quando uma companhia tem problemas no fluxo de caixa empresarial, é possível ter lucros e, ainda assim, sofrer mais perdas. Por isso, a falta de controle financeiro pode gerar diversos problemas no orçamento e, em casos mais graves, levar ao encerramento do negócio.

Além disso, para que os resultados do fluxo sejam adequados, o ideal é que as movimentações de entrada sejam maiores que as de saída. Contudo, quando há muitas vendas a prazo e parcelamentos, podem surgir dificuldades no controle, prejudicando o andamento do negócio e o capital de giro.

Pensando nisso, neste artigo, você entenderá o que é fluxo de caixa empresarial e como colocar o seu em prática. Continue a leitura e confira!

O que é fluxo de caixa empresarial?

O fluxo de caixa empresarial é uma ferramenta de controle financeiro que permite ter um panorama das entradas e saídas de recursos da empresa. Com isso, é possível entender onde o dinheiro é gasto e quais as possibilidades para economizar ou investir.

A ferramenta também permite acompanhar as receitas, proporcionando um melhor entendimento sobre o faturamento. Assim, a companhia pode traçar metas e estratégias mais adequadas para os próximos meses.

Para que serve?

Acompanhar o fluxo de caixa empresarial é uma atividade essencial para manter a saúde financeira do empreendimento. Ter o controle dos valores de entrada e saída evita gastos desnecessários, endividamentos e, em casos mais graves, a falência do negócio.

Ainda, ele permite antecipar problemas e tomar medidas que ajudem a resolvê-los. Portanto, independentemente do tamanho da empresa e do setor de atuação, é fundamental adotar o fluxo de caixa de maneira rotineira.

Afinal, com base nas informações registradas, é possível tomar as melhores decisões em relação à utilização dos recursos. Nesse caso, você poderá:

  • entender se sobrará ou faltará capital;
  • flexibilizar prazos de pagamento para os consumidores sem comprometer a rotina da empresa;
  • perceber quando será necessário negociar prazos maiores com os fornecedores;
  • avaliar a necessidade de subsidiar atividades por meio de empréstimos ou financiamentos;
  • entre outras questões.

Como funciona o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa empresarial funciona por meio de uma análise detalhada das finanças da empresa. Logo, é necessário que todas as receitas e despesas sejam registradas. Para ajudar, existem ferramentas podem ser usadas, como os sistemas de gestão online.

A partir desse levantamento, a equipe financeira tem acesso a uma importante base de dados. Com isso, ela passa a ter os subsídios necessários para a tomada de decisões.

Qual a importância do fluxo de caixa empresarial?

Agora que você sabe mais sobre o fluxo de caixa, pode perceber que a ferramenta é essencial para uma gestão de sucesso. Ela tem um grande impacto no comportamento da companhia e nos resultados obtidos pelo negócio.

Confira alguns fatores que comprovam a importância do fluxo de caixa empresarial:

Fornece informações sobre a saúde financeira

O fluxo de caixa permite fazer uma análise bastante precisa da saúde financeira da empresa em diferentes períodos. Isso é importante porque nem sempre bons resultados em um período significam um lucro sustentável no longo prazo, por exemplo.

Dessa maneira, os registros ajudam a entender os ganhos e custos da companhia estão adequados, possibilitando a manutenção da empresa. Logo, a análise permite se o modelo de negócio é ou não rentável e apresenta possibilidades de crescimento no longo prazo.

Garante mais controle financeiro empresarial

O fluxo de caixa também garante mais controle financeiro, pois as informações podem ser usadas para compor um amplo histórico da empresa. A partir dele, é possível identificar oportunidades de melhoria no orçamento e, até mesmo, se planejar para absorver quaisquer impactos futuros.

Um exemplo de quando essa prática pode ser usada trata da sazonalidade. A avaliação do histórico permite que a empresa faça a projeção do fluxo de caixa para determinado trimestre considerando que ocorrerá uma queda ou aumento nas entradas devido à época do ano.

Ajuda na otimização de custos

Com um bom fluxo de caixa, a empresa pode identificar se algum setor, por exemplo, está consumindo mais recursos do que deveria. Em caso positivo, é possível identificar fontes de desperdícios para atuar de maneira pontual, visando garantir a otimização dos processos.

A ferramenta também permite acompanhar o impacto das medidas tomadas. Assim, os gestores podem perceber se elas são efetivas ou se precisam de ajustes.

Apoia o processo de tomada de decisão

O fluxo de caixa gera informação financeira que serve de apoio para o processo de tomada de decisão. Com uma análise detalhada dos dados, a gestão pode planejar um investimento ou antecipar uma necessidade de obtenção de recursos, por exemplo.

Como fazer um fluxo de caixa empresarial?

O primeiro passo para fazer o fluxo de caixa empresarial é verificar o saldo inicial da empresa. Depois, é importante classificar as receitas e despesas, antes mesmo de começar a fazer os lançamentos.

Em seguida, registre tudo o que a empresa tem a receber no período. Também é necessário informar a data em que a transação ocorreu ou acontecerá. Outro ponto importante é anotar tudo o que a companhia tem a pagar em curto, médio e longo prazo.

Nesse caso, o valor pode ser fixo ou estimado, conforme a média de custos ou outros dados levantados. Lembre-se de que deixar de anotar essas informações pode prejudicar o planejamento financeiro.

Ainda, não se esqueça de atualizar os lançamentos sempre que necessário, corrigindo os valores que sofreram alterações. Por fim, basta calcular a diferença entre as entradas e saídas, que será o saldo do caixa. Ou seja, o valor que a empresa tem disponível para operar.

Como melhorar o fluxo de caixa empresarial?

Empresas que trabalham com vendas a prazo, por exemplo, podem notar certo desfalque no fluxo de caixa. Nesse caso, é possível contar com o apoio da Multiplike para fazer a antecipação de recebíveis da empresa.

Antecipar recebíveis significa usar suas vendas a prazo para receber à vista, adquirindo crédito no mercado. Assim, você poderá manter capital de giro, negociar melhor com seus fornecedores e gerar lucro.

O processo funciona da seguinte forma:

  • sua empresa vende a prazo para seus clientes;
  • a Multiplike compra esse crédito a prazo e paga para você à vista;
  • você recebe o dinheiro no mesmo dia, de forma rápida e segura.

Agora você conhece a importância do fluxo de caixa empresarial. Com organização e planejamento nas finanças, as chances de que sua empresa tenha problemas financeiros são menores. Dessa maneira, o negócio pode crescer e alcançar a longevidade.

Precisa antecipar os recebíveis da sua empresa para melhorar o fluxo de caixa? Entre em contato conosco e conte com a Multiplike!

Voltar