Certificado Great Place to Work

Mortalidade Empresarial

Veja mais

Já parou para pensar por que tantas empresas não atingem os dois anos de existência?

Junto com oscilações políticas e econômicas do país vêm as movimentações nas empresas, sejam estas consolidadas ou iniciantes.

De acordo com o segmento de cada empresa, em momentos de desemprego no país ou outras dificuldades que afetam a população, podem surgir oportunidades de crescimento, mas o fato inegável é que nestas fases não desejadas muitas pessoas buscam uma saída para manter o padrão de vida e as contas em dia.

É neste cenário que muitas empresas nascem: quando há desemprego, informalidade e empreendedorismo por necessidade.

Para ficar mais fácil de entender, vamos voltar um pouquinho. Existem alguns tipos de empreendedores, dentre eles, os que agem a partir de uma oportunidade e aqueles que agem por necessidade. O primeiro enxerga uma oportunidade diante de um problema sem solução e faz deste um modelo de negócio, já o segundo age no impulso diante de momentos de dificuldade financeira, abrindo um negócio, na maioria das vezes sem planejamento.

Quando o empreendedor surge por necessidade, na prática ele pode acabar se deparando com situações diferentes daquelas imaginadas, como as tributações e o índice de taxas aplicadas sobre as empresas. Outro fator determinante é a falta de gestão estratégica e planejamento prévio para o negócio.

Se você está diante dessa situação, aqui vão algumas dicas:

  • Procure auxílio de serviços especializados: algumas instituições podem te ajudar se você estiver meio perdido, e se você não tiver recursos financeiros para isso, a internet pode te ajudar bastante, é só fazer uma boa busca nos locais corretos;
  • Faça uns CANVAS: o Canvas é uma ferramenta gerencial muito utilizadas por ser de fácil entendimento e preenchimento. Empresas de sucesso utilizam este planejamento para reestruturação e lançamento de novos produtos;
  • Faça um plano de negócios: a partir do Canvas é possível se aprofundar a um plano de negócios mais elaborado, prevendo custos e o retorno sobre seu investimento;
  • Cuidado para não sonhar alto demais e acabar “perdendo o pé” da realidade;
  • Não se desespere! Com calma e as informações necessárias tudo dá certo.
Voltar