O que é DRE? Entenda a Demonstração do Resultado do Exercício!

Veja mais

A análise de resultados de uma empresa é fundamental para abastecer a gestão com informações estratégicas. Entre os diversos relatórios que devem ser considerados, um deles é a DRE — o que faz com que seja indispensável conhecer tal demonstrativo.

Por meio desse componente da contabilidade, é possível extrair dados completos sobre o desempenho financeiro do negócio. Assim, fica mais fácil saber qual é a situação real da companhia, o que leva a uma tomada de decisão mais alinhada.

Para entender o que é e como usar a DRE, continue a leitura e veja como essa ferramenta pode favorecer a gestão empresarial!

O que é DRE?

Acompanhar as informações financeiras e contábeis da empresa é essencial para a gestão. E é ainda mais importante que esses dados sejam apresentados de forma clara e estruturada. Uma das formas de garantir que isso aconteça é por meio da DRE.

A Demonstração do Resultado do Exercício é um tipo de relatório que apresenta o cenário geral de resultados do negócio. Com ele, é possível conhecer valores como faturamento com as vendas, gastos com impostos, custos operacionais, lucro bruto e líquido e outros elementos.

A avaliação das informações permite compreender qual é a situação da empresa e quais são os resultados gerados por ela. Mais que saber se ela dá lucro ou prejuízo, pode-se detalhar toda a atuação.

Como funciona a DRE?

Para apresentar informações de modo relevante, a DRE funciona de maneira estruturada e com uma ordem específica de apresentação de dados. É por isso que ela é considerada um relatório do tipo vertical, em que os dados são apresentados em níveis, a cada linha.

Ela é baseada no balanço patrimonial, mas inclui informações diversas em sua estrutura. A partir da receita bruta, na primeira linha, ocorrem as deduções que são ligadas às operações. Com isso, é possível conhecer qual é o resultado líquido — apresentado na última linha do relatório.

Portanto, ela funciona ao estruturar as receitas e despesas financeiras, na ordem em que elas acontecem. Ao final, pode-se saber se o desempenho do negócio é positivo ou não.

Qual a importância da DRE para empresas?

Como você viu, a DRE é um relatório contábil que fornece informações a respeito da performance da empresa. Porém, é mais que um documento elaborado pela contabilidade do negócio. Na verdade, ela pode servir como um diagnóstico completo da companhia.

Graças às informações e à forma como elas são apresentadas, é possível saber se o empreendimento tem sido lucrativo ou não, por exemplo. Afinal, ter uma grande receita bruta não significa, necessariamente, que há lucros consolidados.

Ela é, portanto, um meio de ter um entendimento da saúde do negócio no geral. Além disso, com o acompanhamento da DRE há a chance de estabelecer comparações com os relatórios passados e ver se as iniciativas e mudanças têm apresentado os resultados desejados.

A DRE também permite saber quais são os principais gargalos financeiros e de desempenho. Há como entender qual é o impacto do pagamento de impostos ou dos custos fixos, por exemplo. É possível, ainda, saber em qual etapa surge o prejuízo, caso aplicável.

Por causa da grande quantidade de informações que fornece, a DRE é um importante relatório gerencial. A partir da avaliação de seus dados, a gestão poderá tomar decisões consistentes e adequadas com a situação.

Como calcular a DRE?

Para que as informações sejam apresentadas conforme o previsto, é necessário que a DRE seja estruturada corretamente. Isso exige saber como elaborar o documento e tudo começa com o cálculo da receita bruta, dada pelo faturamento obtido com as vendas realizadas no período.

Em seguida, são deduzidos os impostos das vendas, para encontrar a receita líquida de vendas. Dela, deduzem-se os custos operacionais, que é a margem de contribuição ou o lucro bruto.

Depois, há a redução das despesas operacionais, dando origem ao lucro operacional. Em seguida, é possível adicionar receitas financeiras e subtrair outras despesas. Ao final, o resultado é o lucro líquido do período.

Quais as vantagens de ter um DRE estruturado?

A criação e o uso da DRE trazem benefícios que devem ser considerados. Por meio desse relatório, há como compreender a composição de lucros e prejuízos do negócio. Também há a chance de saber, exatamente, quando o prejuízo surge entre os resultados avaliados.

Assim, é possível definir ações que ajudem a conduzir a um resultado líquido positivo e maior. Ainda é uma forma de acompanhar a evolução da empresa e a resposta a determinadas iniciativas ou a movimentos que acontecem no mercado.

Além disso, a DRE ajuda a empresa a aumentar suas probabilidades de obter crédito ou investimentos. Com uma DRE que apresente um desempenho positivo, as chances de ter os recebíveis antecipados pela securitização, por exemplo, são maiores.

Como você pode ver, a DRE é fundamental para apoiar a gestão financeira e sua tomada de decisão. O relatório abastece os gestores com dados concretos e, com isso, o negócio aproveita melhor os recursos e pode se tornar mais competitivo.

Voltar