Certificado Great Place to Work

Como fazer uma planilha de planejamento financeiro?

Veja mais

Ter o controle da vida financeira tanto pessoal quanto empresarial é determinante para o sucesso. E, no momento de empreender um negócio, ele é fundamental para a gestão da empresa.

Ao se planejar para que os objetivos e metas traçados sejam conquistados com êxito, é preciso ter uma organização da saúde financeira da indústria. Nesse caso, contar com uma planilha para auxiliar os trabalhos favorece as tomadas de decisões.

É importante deixar claro que uma planilha de planejamento financeiro vai guiar toda a trajetória de um empreendimento, desde sua abertura até o ápice no mercado. Isso permitirá que o negócio não fique estagnado e diminua sua eficiência ao longo dos anos.

Pensando nisso, separamos este artigo para mostrar a importância de ter uma planilha de planejamento financeiro, além de mostrar como fazer a sua. Acompanhe!

Saiba qual é a importância de fazer um planejamento financeiro

Já deu para notar o quanto o planejamento financeiro pode ser útil para você e para os seus negócios. Afinal, ninguém quer fechar uma empresa por problemas que poderiam ser resolvidos ou pelo menos amenizados se desde o princípio tivesse sido aplicada uma planificação dos recursos financeiros do negócio.

Daí, a importância de ter um planejamento financeiro está na melhor organização dos objetivos e metas que ela pretende realizar em um momento posterior. Isso porque, ao ter o conhecimento sobre quanto capital ela tem e o quanto precisa para realizar um novo investimento, aumenta exponencialmente seus resultados e evita prejuízos.

Com o desenvolvimento da tecnologia, o uso de computadores e smartphones permitiu a flexibilidade de muitos processos que na maneira tradicional levaria mais tempo para serem desenvolvidos e planejados. Esse é o caso do uso de planilhas que podem ser criadas em programas específicos e servem para auxiliar o controle financeiro.

Entre as vantagens de ter uma planilha de planejamento financeiro empresarial, está o fato de ela permitir que você esteja um passo à frente de seu concorrente que não conhece os benefícios de ter uma organização financeira eficiente. Isso vai proporcionar melhores investimentos e metas altas em seu negócio.

Conheça os principais pontos para fazer uma planilha de planejamento financeiro empresarial

Agora que você está por dentro do assunto e já conseguiu ter uma visão mais clara sobre a importância de ter uma planilha para se organizar melhor, vou te mostrar como fazer uma planilha personalizada para sua empresa. Para isso, é preciso dominar alguns pontos que devem ser seguidos pelo gestor para montá-la. Confira algumas dicas na sequência.

Conheça a situação da empresa

O que não pode faltar ao pensar em desenvolver uma planilha desse tipo é ter consciência sobre como está a saúde financeira do negócio, tanto do momento atual quanto de períodos passados, para que seja possível traçar objetivos e metas de acordo com o que o empreendimento é capaz de gerar num espaço de tempo.

Somado a isso, é importante ter em mãos todas as despesas de forma detalhada sobre tudo que é gasto mensalmente com o pagamento de despesas, como contas de água, luz, aluguel, impostos, salários, entre outras.

Após conhecer esses pontos, é necessário analisar o lucro conquistado naquele mês para definir quanto será aplicado em investimentos posteriores, ou seja, a planilha vai disponibilizar o valor que poderá ser economizado no mês.

Controle os gastos

Antes mesmo de criar uma planilha, é fundamental ter em mente que organização é um ponto crucial para o sucesso. Nesse caso, investir em controle tanto emocional quanto técnico para poupar gastos desnecessários fará com que a planilha de planejamento financeiro cumpra seu papel.

Portanto, nada de sair investindo às cegas em produtos ou serviços que não são prioridade no momento, já que metas e objetivos foram determinados para desenvolver a empresa, e são elas que precisam da devida atenção.

Para uma melhor monitoração dos gastos, é preciso que relatórios sejam realizados diariamente, pois, por meio deles, o que for gasto poderá ser identificado para impedir que o dinheiro seja usado sem as devidas necessidades.

Estabeleça metas dentro do orçamento

O próximo passo é estabelecer metas que estão dentro da realidade da empresa. Isso quer dizer que. após fazer uma planilha, você não poderá simplesmente investir no que quiser. É preciso de cautela e conhecimento sobre o que deseja inserir em seu negócio para desenvolvê-lo de modo saudável e sustentável.

Planos de ação são indispensáveis antes de as decisões serem tomadas, pois auxilia que isso seja feito de forma correta antes mesmo de serem aplicadas. Eles reduzem os riscos e prepararam o empreendedor para os imprevistos que podem surgir ao longo do processo.

Após definir as metas usando um plano de ação eficiente, é preciso colocá-las na planilha e destinar o capital economizado por um período de tempo para que os objetivos sejam concretizados.

Evite erros comuns

Entre os principais erros que são cometidos ao montar uma planilha de planejamento financeiro, está não levar o projeto adiante. Muitos começam um planejamento usando boas planilhas, porém não cumprem com a obrigação de manter um trabalho responsável, o qual exige dedicação do gestor.

Isso prejudica tudo o que foi feito anteriormente e o desenvolvimento da empresa é desfavorecido. Por essa questão, se você começar a organizar sua gestão financeira, que seja com disciplina e compromisso.

Além disso, outro erro comum está na má-administração dos gastos. Muitos gastos deixam de ser contabilizados pelos gestores e isso prejudica todo o fluxo do que foi planejado. Portanto, usar aplicativos para controlar os gastos é uma opção que garante eficiência nesse processo.

Por fim, após realizar todos esses pontos apresentados, é hora de montar sua planilha de planejamento financeiro em programas como o Excel e inserir nela os dados que já foram apresentados. Além disso, cuide para mantê-la em pleno funcionamento ao longo do processo de gestão. Feito isso, será possível ter um controle da saúde financeira da empresa, o que contribuirá para seu desenvolvimento.

Gostou do artigo? Então, compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos fiquem por dentro do assunto assim como você!

Voltar