Meios eletrônicos de pagamento: sua empresa está preparada para eles?

Veja mais

Gerenciar um negócio exige muitas habilidades do empreendedor para que seja possível desenvolver um negócio de sucesso. Aqui, uma das questões mais importantes é a gestão financeira e dos meios de pagamento que serão utilizados nas vendas. 

Com o crescimento da tecnologia, surgiram diversas possibilidades, exigindo atualização pelos gestores e a adequação da empresa. Assim, os meios eletrônicos para receber os pagamentos podem ser uma solução para se manter relevante no mercado.

Se você tem dúvidas sobre o assunto ou sente dificuldades ao se adaptar a essas soluções, não se preocupe. Neste conteúdo, você aprenderá as principais informações sobre os meios eletrônicos de pagamento.

Confira!

O que são meios eletrônicos de pagamento e como funcionam?

Ao lidar com vendas, é bastante comum pensar nos meios convencionais de pagamentos, como o dinheiro em espécie e o cheque. Entretanto, os meios eletrônicos passaram a se tornar mais relevantes, principalmente diante de consumidores que buscam praticidade no dia a dia.

Esses são modelos de pagamento válidos tanto presencialmente como em ambiente digital. Além disso, já existem diversos meios eletrônicos disponíveis no mercado.

Conheça os principais e veja como funcionam!

Transferência de crédito

Esse é um modelo de pagamento por meio de operações bancárias. Nessa modalidade, o consumidor envia recursos para o beneficiário, em uma operação entre diferentes contas. Se for entre um mesmo banco, a operação é a TEV (Transferência Eletrônica de Valores).

Porém, quando isso envolve diferentes instituições, o envio dos valores pode ser feito via TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou DOC (Documento de Crédito).

Débito automático

Essa opção é bastante comum quando há pagamentos recorrentes de determinado serviço. Aqui, o cliente autoriza a realização de débitos em sua conta-corrente por determinado credor, automatizando os pagamentos na data de vencimento.

Cartão de crédito

O cartão de crédito é vinculado a uma instituição financeira, que fornece um limite ao titular. Desse modo, o montante pode ser usado para fazer pagamentos em empresas que aceitem essa modalidade.

Ela é bastante comum para os pagamentos a prazo divididos em prestações. A vantagem é que o risco de crédito é da instituição vinculada ao cartão, não da empresa que realiza a venda.

Cartão de débito

Já o cartão de débito realiza o pagamento por meio do débito em conta bancária no momento da compra, como quitação à vista. Nesse caso, o cliente deve ter o valor disponível em sua conta para que a instituição autorize a operação. 

Vouchers

Esse tipo de cartão é destinado à compra de produtos ou serviços específicos com uma carga de crédito já definida. Eles são os cartões de alimentação, refeição, de transporte público, de combustível, telefônico e pedágio, por exemplo.

PIX

Lançado pelo Banco Central em 2020, o PIX funciona como uma transferência. Entretanto, o valor é descontado da conta do consumidor na mesma hora em que o pagamento é realizado e disponibilizado na conta do beneficiário de modo praticamente imediato.

Esse tipo de pagamento digital já passou por evoluções, sendo possível encontrar máquinas de cartões para receberem os valores via PIX.

Quais as vantagens dessas alternativas?

Com a constante evolução do mercado, adotar os meios eletrônicos de pagamento no seu estabelecimento é mais uma forma de atrair consumidores. Afinal, isso mostra a atualização da empresa para viabilizar as compras dos clientes.

Também existem outras vantagens que eles podem trazer. Acompanhe!

Traz maior segurança

O pagamento somente em dinheiro é vantajoso, porém, faz com que a empresa tenha maior dinheiro em caixa disponível. Isso aumenta a exposição à ação de criminosos e os prejuízos decorrentes dessas situações.

Garante flexibilidade

Você já percebeu que é cada vez mais comum que as pessoas não andem com dinheiro em espécie? Nesse cenário, oferecer outros meios de pagamentos se torna fundamental para viabilizar as compras dos clientes, o que pode refletir em um aumento nas vendas.

Reduz o tempo de filas

Adotar os meios eletrônicos pode deixar os pagamentos do estabelecimento mais ágeis, especialmente os cartões e o PIX. E isso acontece justamente porque eles funcionam de forma automática e não precisam de troco.

Quais são os riscos para as empresas ao utilizá-los?

Além de conhecer as vantagens, vale a pena saber quais são os riscos que podem existir nos meios eletrônicos de pagamento. Desse modo, é possível avaliar a alternativa com mais profundidade e, se for o caso, adotar as medidas preventivas para ter maior segurança no estabelecimento.

Na prática, existem dois riscos com maior relevância: as fraudes e os problemas técnicos. As duas situações podem trazer consequências permanentes para a saúde do negócio, afetando o cliente e a imagem da empresa.

Em relação à fraude com cartão de crédito, a principal é o chargeback. Ele consiste no consumidor levar seu produto e, quando a fatura chegar, cancelar a compra com o banco. Assim, é preciso encontrar formas de evitar essas situações, protegendo o próprio negócio e seus clientes.

Verificar a identidade do comprador, trabalhar com notas fiscais e outros cuidados desse tipo podem evitar a prática ou viabilizar a recuperação do montante. Já em relação aos problemas técnicos, eles costumam envolver situações com a conexão ou com as maquininhas utilizadas.

Nesse caso, vale a pena contar com meios alternativos e ter planos definidos sobre como agir diante desses casos para não prejudicar os clientes ou os resultados da empresa.

Como se preparar para usar os meios eletrônicos de pagamento?

Após conhecer mais sobre os diversos meios eletrônicos de pagamento existentes, é interessante saber como implementá-los com toda a segurança necessária para a empresa. Para tanto, a dica é contar com o suporte da tecnologia.

Existem diversas soluções no mercado que ajudam a armazenar informações, fazer a conciliação bancária e viabilizar o uso dos diversos meios de pagamento existentes. Um software completo de gestão, por exemplo, integra funcionalidades e permite um controle financeiro eficiente.

Ainda, é importante estudar as alternativas do mercado, entender o funcionamento de cada uma e acompanhar as tendências. Fazendo isso, será possível adotar as estratégias mais adequadas para a sua empresa e seu público-alvo.

Com este artigo, você aprendeu sobre os meios eletrônicos de pagamento e a sua importância. Então é hora de começar a pensar em como adotá-los no seu negócio. Dessa forma, você poderá oferecer mais soluções e segurança aos seus clientes!

Gostou dessas dicas? Se você deseja se manter atualizado com outras novidades, assine a nossa newsletter!

Voltar