Para que serve e quais as vantagens de ter um capital de giro?

Veja mais

A eficiência de uma gestão financeira é fundamental para garantir a sobrevivência e o crescimento de um negócio, sejam eles microempreendedores individuais (MEI), pequenas, médias ou grandes empresas. Nesse sentido, o capital de giro merece uma atenção especial.

Afinal, ele é o total de recursos disponíveis em uma empresa que pode ser facilmente transformado em capital quando necessário, permitindo o funcionamento das operações. Assim, vale a pena conhecer mais a fundo o capital de giro ao saber o que é e para que serve esse montante.

A seguir, você entenderá o significado desse termo, como ele pode ser classificado e quais são suas vantagens. Ao final do artigo, ainda descubra como potencializar seu capital de giro em prol do crescimento da sua empresa!

Acompanhe!

O que é capital de giro e para que serve?

Para começar, é importante saber o que significa capital de giro e entender para que serve. Ele é uma espécie de reserva financeira que a empresa tem disponível para assegurar o seu funcionamento. Dessa forma, é possível utilizá-lo para pagar obrigações e resolver imprevistos.

Portanto, o capital de giro serve para garantir a saúde financeira de uma companhia ao cobrir eventuais déficits de caixa. Por esse motivo, ele precisa ser composto por um montante suficiente para suprir as despesas operacionais da empresa e honrar com seus compromissos durante um determinado tempo.

Quais são os tipos de capital de giro?

A depender do balanço patrimonial da empresa, o capital de giro pode ser classificado de diferentes formas. Por exemplo:

  • capital de giro líquido: são todos os ativos circulantes da empresa, menos o valor do passivo circulante. Isso significa que, nessa conta, não estão inclusos os bens e imóveis porque eles não podem ser facilmente transformados em dinheiro, caso haja necessidade;
  • capital de giro negativo: ocorre quando o capital de giro líquido é negativo. Isso mostra que a empresa não é suficientemente líquida para assegurar seu funcionamento nos próximos meses;
  • capital de giro próprio: são todos os recursos que a empresa tem disponível para ser utilizado, sem a necessidade de recorrer a terceiros;
  • capital de giro associado a investimentos: surge quando a empresa não tem recursos o suficiente e precisa recorrer a terceiros, como instituições bancárias e securitizadoras.

É por meio desses tipos de capital de giro que será possível reconhecer a real situação financeira de do seu negócio. Portanto, não deixe de considerá-los no momento de compor e acompanhar esse montante.

Quais as vantagens de ter um capital de giro?

Agora que você sabe o que é capital de giro e para que ele serve, precisa entender como ele pode ser benéfico para sua empresa. Confira!

Mantém a operação da empresa nos primeiros meses

Como você viu, o capital de giro é fundamental para o funcionamento de qualquer tipo de negócio, especialmente para aqueles que estão ingressando no mercado. Afinal, nesse período a empresa ainda não é conhecida nem tem uma carteira de clientes ampla.

Em um contexto como esse é esperado que as receitas sejam baixas, mas as despesas costumam ser elevadas. Portanto, o negócio não tem faturamento suficiente para manter-se por conta própria. Logo, o capital de giro é crucial para a sua sobrevivência nos primeiros meses de vida.

Evita interrupções nas operações

Uma das principais vantagens do capital de giro é assegurar as atividades do negócio. Isso é possível porque ele serve para sustentar um déficit temporário de recursos. Desse modo, possibilita pagar os fornecedores e colaboradores, por exemplo.

Com o uso do capital, não faltarão insumos ou mercadorias, e os colaboradores continuarão desempenhando suas funções. Assim, as operações não precisam ser interrompidas e a sua empresa fica menos vulnerável a eventuais interrupções.

Viabiliza a venda a prazo para os seus clientes

Outra vantagem de ter um capital de giro é poder oferecer melhores condições de vendas a prazo para os seus clientes, sem prejudicar o negócio financeiramente. Isso acontece porque, com ele, a empresa pode suprir as lacunas no caixa.

Portanto, ela pode vender a prazo sempre que for necessário. Essa dinâmica pode beneficiar a companhia de diversas formas. Por exemplo, ao garantir uma melhor experiência de compra aos seus clientes, a situação pode se traduzir em mais vendas.

Aponta o momento mais adequado para comprar

Ter um capital de giro ainda ajuda a avaliar as possibilidades de compra e os prazos que a empresa pode assumir. Ao calculá-lo, é possível entender o ciclo operacional do negócio — o período entre a compra da matéria-prima até o recebimento do dinheiro relativo à venda do produto.

Dessa forma, ao considerar a data de recebimento, você poderá definir qual o dia mais adequado para comprar os insumos e realizar o pagamento ao fornecedor. Portanto, essa é mais uma das vantagens de ter um capital de giro na sua empresa.

Como calcular o capital de giro necessário para a sua empresa?

Depois de conhecer as vantagens de ter um capital de giro, você deve saber qual é a quantia que deve ser reservada para esse fim. Para calculá-lo, é importante ter conhecimento de dois conceitos básicos:

  • ativos circulantes: são os ativos que podem ser transformados em dinheiro, como contas a receber, aplicações financeiras, estoque, entre outros;
  • passivos circulantes: são as despesas e dívidas da sua empresa, como contas a pagar e parcelas de empréstimos.

Então, considerando esses fatores, aplique a seguinte fórmula:

capital de giro = ativos circulantes – passivos circulantes

É justamente esse valor que será utilizado para manter seu negócio em funcionamento durante um determinado período. Esse cálculo deve ser feito periodicamente, já que o capital de giro pode variar de um mês para o outro.

Como potencializar seu capital de giro?

Considerando que o capital de giro é fundamental para a sobrevivência de sua empresa, faz sentido buscar formas de potencializá-lo, certo? Nesse sentido, existem diversas medidas que podem ser implementadas no negócio.

Algumas delas são:

Depois de entender o que é capital de giro e para que serve, agora você sabe qual é sua importância para a sua empresa. Então não deixe de reservar um montante para assegurar a sustentabilidade do seu negócio — e aproveite formas de otimizar esse dinheiro!

Precisa de recursos para potencializar o capital de giro de sua empresa? Conheça a Multiplike e descubra como podemos ajudar você!

Voltar